Sabotando o sistema

Um dia desses recebi um e-mail com um link para um vídeo no YouTube. É uma parte do programa “6o Minutes”, da CBS, que fala sobre cyberwars (guerras cibernéticas). No fim do primeiro bloco, o apresentador diz que algumas pessoas acham que é mais fácil a próxima guerra começar com um blackout do que com uma explosão.

Um trecho do programa trata justamente disso. Em um momento o presidente Barack Obama menciona ataques direcionados à rede elétrica de outros países. Ele não diz quais países, mas fontes militares do programa afirmam que ele se refere ao Brasil, mais especificamente sobre os apagões de 2005 e 2007 no Rio de Janeiro e no Espirito Santo, respectivamente. O programa fala também sobre ataques sofridos pelo governo dos Estados Unidos, principalmente agências hi-tech e militares, e que terabytes de informações foram roubados em ataques bem sucedidos. Mas é claro que, nessa época de apagão, o que mais chama a nossa atenção são os termos blackout e energy.

O vídeo está em inglês, sem legendas.

Esse assunto do apagão não é um “caso encerrado” e espero que o governo, pelo menos internamente, não veja dessa forma. Não se trata apenas de uma questão política. Estamos falando de risco aos negócios e à segurança do Brasil.

Anúncios
  1. 26 . novembro . 2009 às 11:18 AM

    A situação é muito mais séria do que o Governo quer que a gente pense…

  1. 30 . novembro . 2009 às 1:29 PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: