Início > GRC, Negócios > Quadrilha constrói túnel para furtar transportadora em SP

Quadrilha constrói túnel para furtar transportadora em SP

O vídeo abaixo traz uma repostagem do SPTV, sobre o furto, em 06.12.09, de R$ 11 Mi (ou R$ 20 Mi) de uma transportadora de valores em Vila Jaguara, SP, através de um túnel, a partir de uma casa alugada do outro lado de uma praça.

Foi um projeto bem trabalhado, desde o aluguel da casa com documentos falsos com meses de antecedência até o cuidado para não alertar os vizinhos com o barulho, usando música para encobrir o quebra-quebra. As paredes do túnel de 150 metros foram reforçadas com concreto para não desabarem. Usando um casal com um bebê, chegaram a enfeitar a casa para o Natal. No final, tentaram cobrir os rastros pintando as paredes para destruir impressões digitais. Conseguiram ainda violar os controles de segurança física da transportadora, como alarme, câmeras (que uma reportagem do JN informou que estavam desligadas – será que ele sabiam disso?), piso de 40 cm de concreto no cofre, e aproveitaram os jogos da última rodada do campeonato brasileiro para distrair o guarda. Coisa de profissional. Imagino se eles já sabiam onde ficava o cofre e se sabiam a localização de canos de água e esgoto.

Algumas dessas vantagens que a quadrilha usou soam como um trabalho interno, além de muito bem preparado.

Se eu fosse o responsável pela segurança de uma sala-cofre estaria preocupado. Nos últimos anos a mídia noticiou incidentes similares. O melhor a fazer é executar uma análise de riscos bem ampla para encontrar pontos vulneráveis e corrigi-los antes que sejam explorados. Lembrando que, corrigir vulnerabilidades em uma sala-cofre geralmente custa caro.

Em ordem cronológica, alguns incidentes similares:

08.2005 – Quadrilha furta R$ 165 Mi do BC de Fortaleza

09.2006 – Túnel aberto por quadrilha em Porto Alegre custou R$ 10 Mi

02.2009 – Quadrilha cava túnel e assalta banco em Quixadá, CE

12.2009 – Quadrilha cava túnel e furta mais de R$ 10 Mi de transportadora de valores em SP

Além desses, temos ainda um túnel escavado em 10.2007: Ceará descobre oitavo túnel para fuga de presos deste ano. “No IPPS (Instituto Penal Paulo Sarasate), estão presos alguns participantes do furto milionário ao Banco Central em Fortaleza –quando foram levados da caixa-forte do banco R$ 164,7 milhões por um túnel de 80 metros”. O oitavo túnel foi descoberto justamente no IPPS.

Escavação de túneis para furto a bancos não é uma invenção brasileira. No ano passado foi lançado o filme The Bank Job, sobre um assalto que aconteceu em Londres em 1971, onde uma quadrilha cavou um túnel até o cofre de um banco e furtou milhões de libras em dinheiro e jóias. Ninguém foi preso e nunca se recuperou o que foi furtado.

Isso mostra que, mesmo para os bancos, que investem milhões em segurança, sempre existe risco. Nunca haverá 100% de segurança. Nunca haverá risco zero.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: